Assim de boa

Jan/15.

Os  tintos são os filhos mais fortes da Don Laurindo mas acatei a recomendação de experimentar o Chardonnay da casa com o argumento de que neste calor harmonizaria bastante bem com quiche de legumes e que o preço estava oportuno em R$33. Final de dia em que o objetivo é simplificar, assim de boa fomos para a cozinha.

LAURINDO1

DON LAURINDO Chardonnay 2013. Reserva pois amadurece por 4 meses em carvalho novo. Amarelo citrino transitório para o palha. Boa pegada olfativa de flor de mel, mamão. Boca com um dulçor que sobressai a acidez o torna quase um spätlese que particularmente sou pouco adepto. A baunilha aparece no final de boca, menos refrescante do que eu imaginava. Álcool correto e persistência de tímida intensidade. Aperitivou muito melhor com castanha de caju do que com o prato. Impliquei com o spätlese e não teve jeito. O preço é muito bom mas prefiro um estilo de entrada menos marcado no carvalho. O vinho tem muito disso, não gostar é definitivo – é ruim e pronto, não harmonizar é transitório – funciona com uma situação e não com outra. Para o propósito da ocasião ficou devendo e o mercado dispõe opções mais certeiras.


 AVALIAÇÃO:

2 saca rolha

PREMISSAS:

P1|R2|E2

VALORIZAÇÃO:
2

Conheça nosso Sistema de Avaliação .