Caráter

Maio/16.

A vinícola Valmarino fez furor na feira internacional de vinhos realizado em São Paulo, a Expovinis Brasil 2015. O responsável por este destaque foi o Valmarino Cabernet Franc XVIII safra 2012 eleito o melhor exemplar nacional do evento. São cinco edições deste Cabernet Franc comemorativo ao aniversário da vinícola, comercializado apenas em anos considerados de excepcional qualidade das uvas. Histórico das edições: X (safra 2005 – 6.800 garrafas) XIII (safra 2008 – 3.733 garrafas) XVII (safra 2011 – 1.157 garrafas) XVIII (safra 2012 – 5.335 garrafas) e a atual XIX (safra 2013 – 6.503 garrafas). Marco Antonio Salton é o enólogo da casa fundada em 1997 por seu pai Orval. Relembre aqui o rótulo “OS” post de Junho/2014. A propriedade de 16 hectares está localizado em Pinto Bandeira no RS onde são cultivados 12 variedades com destaque para a Cabernet Franc que é o vinhedo mais antigo de 1978.

XVIII1

VALMARINO XVIII 2012. Categoria premium da vinícola. Cabernet Franc com estágio (70% do vinho) por 17 meses em carvalho americano com posterior descanso por 30 dias em tanque de inox. Trata-se de um vinho destinado a guarda de 8 a 10 anos recomendado pelo produtor. Na taça apresenta cor vermelho rubi de média intensidade, límpido, lágrimas moderadas. No olfato é exibido, surpreendentemente perfumado (é virtude limitada em vinhos nacionais), pronunciado em frutas roxas e especiarias doces. Nenhum resquício de álcool volátil no nariz o que é elogiável para um vinho de guarda ainda jovem. No paladar é muito balanceado com leve docinho (chocolate meio amargo). Equilíbrio entre elegância e estrutura. O longo tempo em carvalho é observado sutilmente nas notas da baunilha. Um transgressor devido a inobservância da regra herbácea que predomina a casta, perceptível apenas no retrogosto de Molho Pesto que marca o estilo da Cabernet Franc da Serra Gaúcha – ponto para a tipicidade. Taninos macios e acidez equilibrada. A persistência não é o forte talvez aqui o único senão. Difícil encontrar vinhos nacionais que possibilitam apreciá-los solitariamente, sem harmonização. Vinhos assim precisam majoritariamente de atributos de finesse em toda a cadeia produtiva – insumos, vinha e manufatura. Este exemplar da safra 2012 custou R$62. O safra 2008 apaixonantes R$56, uma barganha! O atual da safra 2013 está anunciado no site do produtor por R$87 (sem frete). Em lojas revendedoras chega aos R$100. Acabou o que era doce. Neste patamar de preço a vinícola passará pelo dilema do posicionamento na gôndola. Limítrofe entre torna-se um vinho nacional “cult” ou “esnobe”. Uma pena, dentro da garrafa tem enorme caráter. Definição esta que no glossário do vinho, significa: sabor distinto que confere característica a vinhos com alma.XVIII3
Tenho adegado o safra 2008 (à esquerda) e um “backup” do 2012. Objetivo apreciá-los conjuntamente em 2018/2019 colocando o quesito vinhos de guarda a disposição da prática. O 2005, dizem, com 10 anos está “mitando”!


AVALIAÇÃO:

5 saca rolha

PREMISSAS:

P2|R6|E4

VALORIZAÇÃO:

3

Conheça nosso Sistema de Avaliação .