Contraponto ao frescor

Ago/17.

Lema precursor na Pizzato é a frase de Plínio, o fundador: “Aqui na Pizzato a uva de hoje nunca fica para amanhã”. O frescor, a intensidade, o trabalho improtelável, a preocupação com a integridade do fruto. “Lá atrás se colocava lona e a uva trabalhava antes do vinicultor. Se não fizer assim, depois tem que botar muito conservante, o metabissulfito, que é uma coisa necessária, mas em quantidade mínima. Se a uva não for bem trabalhada tem que botar muito mais, e depois dá dor de cabeça em quem vai beber o vinho.”, a voz da experiência. A Pizzato ocupa 26 hectares no Vale dos Vinhedos e 19 hectares em Dois Lajeados, próximo de Guaporé. A produção conforme a safra pode atingir 250 mil litros, mas a preocupação com qualidade limita entre 150 a 200 mil litros de uvas próprias. Os 4 filhos de Plínio atuam na cadeia produtiva da produção, elaboração, gestão e prospecção comercial. A matéria prima é o carro chefe da Pizzato, que não deitou em berço esplêndido após o sucesso com o DNA99. O vigor da vinícola observa-se também nos espumantes, com aclamação de público e crítica.

legno2

PIZZATO LEGNO CHARDONNAY 2013. Vale dos Vinhedos/RS. Capricho da vedação da rolha e gargalo com cera, detalhe que aporta um toque de requinte estético. Estagio por 10 meses em carvalho francês. A primeira versão deste vinho foi lançada em 2011 com estagio de 6 meses em carvalho, como contraponto ao Chardonnay da casa conhecido pela vivacidade e frescor. Garrafa de nº 41 de 2.800 produzidas. Legno significa madeira em italiano. Na taça apresenta cor amarelo palha com reflexos em dourado, denota a concentração pretendida, textura de bom corpo, untuosidade latente, um branco preguiçoso no movimentar-se no copo com lágrimas aveludadas. Flagrante nos aromas de calda de abacaxi, chocolate branco com passas, lâminas de coco tostado, marshmallow. No paladar é quente, ataque inicial de melado, logo adiante amêndoas salteadas, biscoito amanteigado, pera confeitada, Galak®. A madeira durante todo o sensorial é coadjuvante na fusão de elementos, emprega força, bem utilizada no aporte de elegância. Os 13º de álcool aparecem mais no sorver, esquenta sutilmente no olfato. Acidez equilibrada, estruturado, pede pratos mais elaborados, fuja da   mineralidade. Elogiável persistência, com leve amargor herbal no fundo de boca – intrigante. Muito bem acertado para apreciadores do estilo Chardonnay barricado. Está pronto hoje com excelente potencial de envelhecimento, mais 3 a 5 anos para descobertas de novas camadas. Custa na faixa de R$90.


AVALIAÇÃO:

3 saca rolha

PREMISSAS:

P2|R4|E3

VALORIZAÇÃO:

vasilhames2

Conheça nosso Sistema de Avaliação .