SUCO VITIS AMERICANA

Jun/17.

Degustação às cegas de 22 produtores de suco de uva integral, sem conservantes, sem adição de açúcar. Todos os exemplares adquiridos no raio de 10km da minha residência, oferta generosa de opções, única particularidade o vasilhame ofertado no tamanho máximo de 500ml. O suco de uva integral é produzido com uvas não viníferas, sendo as cinco variedades mais cultivadas no Brasil: Isabel, Bordô, Concord, Couderc Tinta (Seibel 1077) e Niágara Branca, conhecidas como vitis americana (Vitis labrusca e Vitis bourquina), popularmente chamadas de “uvas rústicas” ou “uvas comuns”. De maneira geral, estas videiras caracterizam-se por apresentar elevada produtividade e alta resistência às doenças que atacam as cultivares de Vitis vinifera, como o míldio e o oídio. O suco de uva integral é a divisão de bases para o vinho de mesa suave ou seco, com forte apelo ao público infantil e adultos no acompanhamento as refeições. A produção de suco de uva integral está em franco crescimento, o auge recente ocorreu na safra de 2015 com 52MM de litros produzidos, em 2016 ocorreu inesperada queda, 31MM de litros. O vinho de mesa (não vinífera) tem sua produção 4 vezes maior que o vinho fino (vitis vinifera). O consumo de não vinifera (sucos e vinhos) ainda representa o consumo massivo do mercado produtor e consumidor. Grande parte do faturamento de subsistência de grandes e médias vinícolas ocorre neste segmento não vinífera. O vinho fino ainda é um produto de topo da pirâmide tanto na percepção sensorial de quem consome quanto no posicionamento de preço. O consumo per capita do Brasil ainda é baixo, apenas 1,7 litros, sendo 0,6 de vinhos finos. Fonte: OIV Statistical Report on World Vitivini Culture.

fruta42

A degustação às cegas ocorreu com os sucos servidos em temperatura refrigerada, em copos plásticos transparentes e os rótulos vedados, expostos em ordem aleatória. O critério de avaliação utilizado foi de atribuir nota final de 1 a 5, considerando os aspectos de qualidade: aroma, textura, equilíbrio e autenticidade ao sabor natural da uva não vinífera. Todos os exemplares receberam pontuação individual e posteriormente somados no coletivo dos degustadores.  As marcas avaliadas e o respectivo posicionamento de preço ofertado nos pontos de vendas, foram:

fruta41

Produtor  Categoria de Preço
Aliança POPULAR
Aurora POPULAR
Casa da Madeira SUPERIOR
Casa de Bento SUPERIOR
Casa Moro INTERMEDIÁRIO
Catafesta POPULAR
Del Grano POPULAR
Dom Candido SUPERIOR
Garibaldi POPULAR
Gran Legado POPULAR
Guesla INTERMEDIÁRIO
Halbert POPULAR
Jota Pé (Perini) POPULAR
Mioranza POPULAR
Moinho Graciema INTERMEDIÁRIO
Monte Paschoal INTERMEDIÁRIO
Panizzon POPULAR
Peterlongo POPULAR
Salton INTERMEDIÁRIO
Sunny Days(Miolo) INTERMEDIÁRIO
Suvalan INTERMEDIÁRIO
Uva Só SUPERIOR

O ranking final com as 3 maiores somas obtidas dentre os degustadores foram:

1º GUESLA (Gramado/RS)

2º DOM CÂNDIDO (Vale dos Vinhedos/RS) e UVA SÓ* (Garibaldi/RS) (*)único exemplar orgânico dentre as 22 marcas.

3º SALTON (Tuiuty/RS)

fruta43

Conheça nosso Sistema de Avaliação .