Visão embaçada

Out/17.

No popular se está turvo, vem do latim turbĭdus, tende a não ser bom. Água turva, visão turva, conto turvo, negócio turvo, pois bem, falta-lhe clareza, transparência, confiança. No mundo do vinho o olhar turvo apesar de fisicamente os elementos serem mesmo de turbidez, pode ser um resultado aceitável e até mesmo especial. O termo na enologia para vinho turvo é Sur Lie no idioma francês ou Lees no inglês. O procedimento consiste em decantar o mosto, tornando-o cada vez mais límpido como acontece no tratamento da água de uma piscina, por exemplo. A sujeira em suspensão após horas em filtragem começa a decantar para o fundo da piscina facilitando a aspiração dos resíduos deixando a água límpida para adicionar outros aditivos de conservação. Durante o estágio de maturação do vinho as matérias em suspensão vão para o fundo, porém o enólogo propositalmente as agita, chama-se battônage, no idioma francês, ou lees stirring, no inglês. Desta forma, tudo se mistura novamente, o intuito é aumentar a complexidade, o peso, aportando novos elementos que darão maior robustez ao vinho, preferencialmente os brancos tranquilos e espumantes – não se utiliza (ou pouquíssimo se utiliza) este método com tintos. A renomada Casa Valduga lança seu primeiro espumante turvo!

valdugalie5

CASA VALDUGA SUR LIE NATURE 30 MESES. Vale dos Vinhedos/RS. Corte de 80% Chardonnay e 20% Pinot Noir. Estagio por  no mínimo 30 meses desde 2014 sobre as próprias lias, com toque de 10% do volume em estágio de maturação em carvalho francês. Produção limitada a 3.ooo vasilhames numerados. A garrafa é vedada com a própria tampinha de vedação da 1ª fermentação em garrafa, sem degorgement. Lindo trabalho estético de rótulo e garrafa, a Casa Valduga tem se notabilizado por enorme esmero no acabamento de seus produtos. Na taça apresenta cor amarelo palha com reflexos de leve esverdeado, obviamente turvo, porém tênue, textura que denota densidade, peso, estrutura. O perlage não é sua virtude, tem pouca intensidade. Aromas de sal de frutas Eno® sabor laranja, raspas de limão siciliano, pomelo – perfil cítrico. No paladar cresce bastante, gole cheio e gordo, acidez cortante, muita salivação, com azedinho (cítrico) constante e pontiagudo. Um espumante com eletricidade, aguça os sentidos, inquieto. Final de boca que lembra mousseline de limão, consistente e prazeroso. Apostamos que suportaria a harmonização com risoto de aspargos e queijo de cabra, foi muitíssimo bem, onde 2+2=4, escoltou e não decepcionou, ganhou o prato, ganhou o Sur Lie. Custa na faixa de R$65, uma verdadeira barganha, considerado a limitação e o capricho inaugural.valdugalie


AVALIAÇÃO:

5 saca rolha

PREMISSAS:

P2|R5|E4

VALORIZAÇÃO:

vasilhames2

Conheça nosso Sistema de Avaliação .