ZARPOU TOURIGA

Set/17.

A primeira safra deste Touriga Nacional ocorreu em 2007 intuito em homenagear a corte portuguesa que as pressas zarpou em direção ao Rio de Janeiro como alternativa a iminente ameaça das tropas Napoleônicas, rótulo comemorativo aos 200 anos do fim do Brasil colônia, pode-se dizer. Acontecimento dos mais relevantes da história do Brasil, a chegada de Don João VI, corte e nobres portugueses e a transformação cultural decorrente deste episódio. A Vinícola Dal Pizzol manteve o Touriga Nacional em seu portfólio nas safras subsequentes. Produção em torno de 20 a 25 mil garrafas. Nas primeiras safras eram 12.000 garrafas.

200abDAL PIZZOL 200 ANOS TOURIGA NACIONAL 2012. Uvas provenientes de Encruzilhada do Sul, Serra do Sudeste/RS. Sem passagem por madeira, estagio de 8 a 10 meses em cuba inox. Objetivo em preservar a tipicidade da Touriga Nacional.  Garrafa de nº 12.534, enólogo Dirceu Scottá. Na taça apresenta cor vermelho granada escuro, boa tintura, textura que poderia sugerir algum tempo em carvalho, provavelmente o tempo em garrafa aportou pitada de untuosidade. Formação de arcos curtos com lágrimas espaçadas. Aromas de especiarias doces, canela tostada, fruta negra, herbáceo, fundo de pimenta do reino. Na boca o ataque é mais frutado do que induz no olfato, chá mate, coco caramelizado, taninos doces que sugeriria contato com madeira. Corpo médio, uma maior acidez não seria nada mal. Falta-lhe frescor, ponto de atenção. Os 13º de álcool passam coadjuvante. Entrega tipicidade técnica mas carece de maior personalidade em linha a homenagem entre países coirmãos. Custa na faixa de R$60.


AVALIAÇÃO:

2 saca rolha

PREMISSAS:

P2|R4|E2

Conheça nosso Sistema de Avaliação .